Atualizado em 06-01-14


Veja os novos horários de atendimento do Departamento Jurídico do Sindicato
ADVOGADOS TRABALHISTAS

2ª à 5ª feira – das 09:00 às 13:00h

Plantões:

2ª feira – Dr. Whilton De Barros

3ª feira – Dra. Célia Regina

4ª feira – Dra. Maria Lúcia

5ª feira – Dra. Marina


ADVOGADO CÍVEL - CRIMINAL

4ª e 6ª feira – das 09:00 às 13:00h

Dr. Carlos Barbosa

OBS.: Atendimentos por marcação e agendamento
 
Chapa 1 vence eleições no
Sindicato com 64% dos votos
Samuel Freire é o presidente eleito

A Chapa 1, liderada por Samuel Freire de Souza, venceu as eleições no Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro, realizada em 25 de outubro, com 64,25% do total dos votos. Duas chapas concorreram e a chapa de situação foi escolhida defendendo uma plataforma de recuperação do Sindicato Histórico. A entidade foi prejudicada, nos últimos 18 meses, pela ação de um grupo que dividiu a categoria, criou um sindicato ilegal e bloqueou na Justiça os recursos financeiros do sindicato.
Segundo o presidente eleito, Samuel Freire, a vitória da Chapa 1 é "a primeira resposta da categoria aos traidores que se venderam aos patrões para destruir nosso Sindicato e entregar de bandeja nossas conquistas". Durante o pleito, a Chapa 1 denunciou "a venda da data-base do ônibus", que passou de 1 de março para 1 de junho na convenção coletiva assinada pelo sindicato ilegal com as empresas de ônibus. Essa decisão fez com que o rodoviário de coletivos só tenha o próximo reajuste salarial depois de 15 meses, sem qualquer compensação por esses 3 meses perdidos. "Os traíras, organizados na Chapa 2, foram rechaçados nas garagens, terminais e pontos finais. Rodoviários da ativa e aposentados se uniram para eleger a CHAPA 1", conta Samuel. "Os aposentados são tradicionais defensores do Sindicato Histórico e acorreram às urnas em peso", completa.

ABANDONO DO PLEITO
Um fato inédito marcou esta eleição. Desanimados com o iminente fracasso eleitoral, os fiscais da Chapa 2 abandonaram o pleito antes que as urnas fossem abertas e os votos contados. "Isto foi um enorme desrespeito aos associados que foram votar e ao próprio Sindicato e seus Estatutos", avalia Samuel. Até então, os fiscais, ativistas e advogados da Chapa 2 haviam tido total acesso ao processo de votação e à guarda das urnas, que estavam lacradas (veja fotos), sem qualquer incidente ou reclamação. Na noite do dia 25, porém, como o horário se adiantava, os representantes da chapa de oposição desanimaram e largaram de mão o acompanhamento da apuração dos votos.
Diante do absurdo da situação, o coordenador do pleito sustou a apuração, aguardou alguns dias por alguma manifestação da Chapa omissa e, não havendo, solicitou que um representante da OAB-RJ fizesse a abertura das urnas e a contagem dos votos. Afinal, os eleitores e o processo democrático não podiam ser prejudicados por aqueles que os desrespeitaram tão flagrantemente.

RESULTADO DAS ELEIÇÕES
Abertas as urnas, foram computados os votos, com o seguinte resultado:

CHAPA 1........... 284 (64,25%)
Chapa 2............ 124 (28,05%)
Nulos................... 34 (7,7%)

 
 

Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro
Rua Maia Lacerda, 170, Estácio, Rio de Janeiro, RJ. Telefone: (021) 2503-9400